Qual a quantidade ideal de geleia real por dia

Ela nunca esteve tão em alta, e isso por ser um ativo extremamente rico, apontada como uma substância poderosa em reforçar a imunidade do organismo… sim, estou falando dela, a geleia real!

Um superalimento recheado de nutrientes, fitoquímicos e antioxidantes, não é para menos que virou a queridinha de quem busca uma vida mais saudável, já que sua composição química notável é responsável por seus inúmeros benefícios à saúde.

Só para termos uma ideia, a geleia real previne certos tipos de câncer, reduz a pressão arterial, atua na infertilidade, baixa os níveis de colesterol LDL, protege o fígado, combate a inflamação, cura distúrbios digestivos, previne o envelhecimento prematuro e melhora a circulação sanguínea, entre muitos outros benefícios.

Para quem não sabe, o alimento leva o nome “Geleia Real” pelo fato de ser o único alimento consumido, durante a vida toda, pelas abelhas rainhas, as quais vivem, em média, 5 anos, contra os 45 dias das pobres abelhas operárias, que, por sua vez, se alimentam de mel.

Então, embora geneticamente igual às operárias, a abelha rainha vive mais que as abelhas operárias e essa longevidade se atribui aos inúmeros benefícios da geleia real, seu único alimento.

Com notáveis quantidades de proteínas, vitaminas, lipídios, minerais, carboidratos, hormônios, enzimas e substâncias que atuam no processo de regeneração das células, por tudo isso, a geleia real é considerado um superalimento, que possui consistência gelatinosa ou pastosa, cor branca ou ligeiramente amarelada e sabor ácido.

Qual a diferença entre geleia real e mel?

Apesar de estar em alta, muita gente, no entanto, ainda confunde geleia real com mel. Mas, afinal qual a diferença entre esses dois alimentos?

Então, além do aspecto, o mel possuindo um tom dourado intenso, enquanto a geleia real apresenta consistência de gelatina de cor clara, podemos destacar o sabor, que também é diferente.

Enquanto o mel é doce, a geleia real é de sabor mais neutro, não tão acentuado,  por isso, perfeita para complementar diversos outros alimentos.

Outra diferença está na forma como são produzidos esses alimentos.

Enquanto o mel é formado pela reação de enzimas, produzidas por glândulas, com o néctar coletado das flores, a geleia real, por sua vez, é produzida por glândulas das abelhas mais jovens, na verdade, mel produzido pelas abelhas operárias a fim de alimentar a abelha rainha ao longo de toda a sua vida.

Benefícios da geleia real

Não é para menos que a geleia real alcançou o status de superalimento, já que apresenta em sua composição, e de forma muito concentrada, água, açúcar, proteína, gordura e uma grande variedade de vitaminas em especial A, B, C e E, além de minerais como enxofre, magnésio, ferro e zinco.

Como já foi dito, seus benefícios são muitos e seria impossível enumerá-los todos, mas dentre os principais, podemos destacar:

  • Melhora o sistema imunológico: por seu alto teor de vitamina A, C e flavonoides, acaba ajudando a fortalecer a imunidade a longo prazo.
  • Faz bem para a saúde da pele e dos cabelos: por ter um alto teor de antioxidantes, ser rica em vitamina C e E, a geleia real também ajuda a hidratar, rejuvenescer e favorecer a cicatrização da pele, além de possuir um aminoácido gelatinoso, que faz parte do colágeno, ajudando a combater o envelhecimento precoce.
  • Ajuda a combater a depressão, estresse e melhorar o humor: isso se deve ao fato de ser fonte de triptofano (aminoácido precursor da serotonina, o hormônio “da felicidade”), e também por possuir certo teor de açúcar, vitaminas e fitoquímicos, ajudando a combater a ansiedade, estresse e depressão.
  • Possui propriedades anti-inflamatórias, antibacterianas e cicatrizantes: auxilia no tratamento de gripes, resfriados e inflamações, sendo muito indicada para tratar dores de garganta, por exemplo, e suas substâncias cicatrizantes podem auxiliar em recuperações pós-cirúrgicas.
  • Aumenta a energia: muito indicada para quem pratica exercícios físicos no dia a dia, ajudando a afastar a sensação de cansaço e aumentando a disposição.
  • Melhora a memória e a concentração: possui ação fortificante não só a nível físico como mental, pois contém vitaminas do complexo B, zinco e colina;
  • Possui ação afrodisíaca: aumenta a libido, por melhorar a circulação sanguínea, com efeito turbinado se for combinada com outros ingredientes como pimenta, gengibre, canela e chocolate.
  • Ajuda a combater o câncer: por ser rica em antioxidantes, a ajuda a prevenir os danos causados pelos radicais livres;
  • Ajudar a combater o colesterol mal (LDL): por ser rica em antioxidantes, fornece colina para o organismo, que está relacionado com a síntese de lipídeos;

Como consumir Geleia Real

Quem quiser, pode encontrar geleia real em sua forma fresca, junto aos frascos de mel, em mercados e lojas de produtos naturais.

Vale saber que a geleia real, em sua forma fresca, é a melhor forma de consumi-la, e isso porque as opções processadas, tanto em cápsulas como em sachês, são submetidas ao calor, secagem e outras manipulações que podem inativar os nutrientes e as enzimas responsáveis por fornecer os benefícios listados acima.

No entanto, por ser fresca, deve ser mantida no congelador.

Mas, se preferir, também pode consumi-la na forma de cápsulas, pó, ou de cremes ou cosméticos, já que seu uso na indústria cosmética vem crescendo muito, para tratar cabelos e pele, sendo o principal ingrediente de condicionadores, cremes de massagem, hidratantes e cremes antirrugas.

Quantidade recomendada

Já, a quantidade recomendada de geleia real fresca, é uma colher de cafezinho cheia, duas a três vezes ao dia.

Já, a geleia real como suplemento pode ser encontrada em lojas de produtos naturais, na internet ou em farmácias, e deve-se obedecer a dose recomendada na embalagem,

que geralmente indica que seja colocada uma pequena quantidade debaixo da língua para que seja absorvida pelo organismo de forma mais eficaz.

Para consumir a geleia real em cápsula, é recomendado tomar 1 cápsula por dia com um pouco de água. Alguns estudos encontraram benefícios quando é ingerido 50 a 300 mg e, em alguns casos, até 6000 mg por dia de geleia real. Outra indicação sugerida é de 100 mg/kg por dia de geleia real.

No caso de crianças entre 1 e 5 anos é recomendado 0,5 g/dia, enquanto que pra crianças entre 5 e 12 anos é recomendado 0,5 a 1 g/dia.

Importante: a geleia real deve ser conservada na geladeira, em temperaturas abaixo de 10º C, por no máximo 18 meses.

Quando não é indicada

A geleia real não é indicada para pessoas com alergia a abelhas e ao pólen, por isso, a dica é realizar um teste de alergia antes de consumir a geleia real.

Mulheres grávidas, ou que estejam amamentando devem consultar um médico antes de consumi-la.

É preciso considerar que algumas pessoas apresentam alergia ao mel, ao pólen e à geleia real, nesses casos, podendo haver uma reação alérgica severa, e até anafilaxia. Por isso, pessoas com histórico de alergias devem consultar o alergologista antes de consumir a geleia real.

Quer saber ainda mais sobre os benefícios da geleia real? Então, confira o vídeo abaixo!

Você ama Geleia?

Receba os melhores conteúdos sobre geleia diretamente em seu e-mail.

Você ama Geleia?

Receba os melhores conteúdos sobre geleia diretamente em seu e-mail.

Últimos Posts